Gestão de Qualidade

A Gestão de Qualidade permite, através de uma gestão de processos, a optimização de produtos/serviços com intuito de acrescentar valor, atingindo melhores resultados.

NORMA ISO 9001:2015 – SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE.

Princípios da gestão da qualidade:

  1. Foco no cliente;

  2. Liderança;

  3. Envolvimento das pessoas;

  4. Abordagem por processos;

  5. Melhoria;

  6. Tomada de decisões com base em evidências;

  7. Gestão das relações.

Abordagem à gestão como um sistema e Abordagem por Processos.

Um processo deve ser entendido por um conjunto de actividades que acrescentam valor.

É importante que uma organização (empresa) determine quais são os processos que compõem o seu sistema de gestão e defina a forma como estes se relacionam.

Estes processos podem incluir:

  1. Processos de gestão;

  2. Processos de realização;

  3. Processos de suporte;

  4. Processos de verificação e melhoria.

 

Cada processo possui clientes e outras partes interessadas (que podem ser tanto internas quanto externas) que são afectadas pelo desempenho do processo e que definem os resultados esperados para o mesmo, de acordo com suas necessidades e expectativas.

Devem ser determinados os resultados esperados, definida a forma de os atingir, bem como os recursos necessários, implementadas as ações definidas, acompanhado o desempenho relativamente ao culminar dos resultados esperados, e, caso necessário, desencadeadas acções no sentido de os atingir e/ou melhorar.

 

 

BENEFÍCIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DA NORMA ISO 9001:2015

A norma ISO 9001 estabelece requisitos cuja implementação irá permitir às organizações:

  • desenvolver metodologias que lhe confiram a aptidão para, de forma consistente, fornecer produtos e serviços que satisfaçam os requisitos aplicáveis;

  • ter capacidade para aumentar a satisfação dos clientes;

  • tratar riscos e oportunidades relacionados com o seu contexto e objectivos;

  • uma maior aptidão para demonstrar a conformidade com os requisitos aplicáveis.

claudia_Fotor.jpg
Gestão de Qualidade_Fotor.jpg

PLAN – DO – CHECK - ACT

Esta abordagem P-D-C-A deve ser seguida quer para o sistema de gestão como um todo, quer para cada processo.

De uma forma resumida, de acordo com o ciclo P-D-C-A, as organizações deverão, em função do contexto:

  • identificar os riscos e oportunidades;

  • analisar e priorizar os riscos e oportunidades;

  • planear as ações para lidar com os riscos;

  • implementar as ações para lidar com os riscos;

  • avaliar a eficácia das ações;

  • aprender com a experiência.

 

O pensamento baseado em risco não deverá ser apenas tarefa da gestão de topo da organização, devendo passar a fazer parte integrante da cultura da organização o que irá permitir estabelecer uma atitude proativa de prevenção e melhoria. A sua adoção permite um melhor conhecimento dos riscos e aumenta a preparação da empresa, maximiza a probabilidade da organização em atingir os objetivos e reduz a probabilidade de obter resultados negativos.

Consultoria em HST

 

  • Estabelecer e manter as condições de trabalho de modo a assegurar a integridade física e mental dos trabalhadores;

  • Desenvolver condições técnicas que assegurem a aplicação de medidas de prevenção;

  • Assegurar condições e meios que suportem a informação/formação dos trabalhadores.

 

 

Consultoria em Gestão da Qualidade

  • Auditorias internas;

  • Análises de risco;

  • Gestão de riscos;

  • Execução e implementação de Processos.

 

 

Consultoria em Ergonomia

  • Conceptualizar/alterar instalações, equipamentos e postos de trabalho.